Gilberto Gil - Se Eu Quiser Falar Com Deus



Se eu quiser falar com Deus
Tenho que ficar a sós
Tenho que apagar a luz
Tenho que calar a voz
Tenho que encontrar a paz
Tenho que folgar os nós
Dos sapatos, da gravata
Dos desejos, dos receios
Tenho que esquecer a data
Tenho que perder a conta
Tenho que ter mãos vazias
Ter a alma e o corpo nus

Se eu quiser falar com Deus
Tenho que aceitar a dor
Tenho que comer o pão
Que o diabo amassou
Tenho que virar um cão
Tenho que lamber o chão
Dos palácios, dos castelos
Suntuosos do meu sonho
Tenho que me ver tristonho
Tenho que me achar medonho
E apesar de um mal tamanho
Alegrar meu coração

Se eu quiser falar com Deus
Tenho que me aventurar
Tenho que subir aos céus
Sem cordas pra segurar
Tenho que dizer adeus
Dar as costas, caminhar
Decidido, pela estrada
Que ao findar vai dar em nada
Nada, nada, nada, nada
Nada, nada, nada, nada
Nada, nada, nada, nada
Do que eu pensava encontrar

Gilberto Gil
(1980)

2 comentários:

Roberto Ney disse...

essa música é mesmo linda... aliás, a música brasileira é incrível.
beijo grande!

Silvia ip disse...

Hola Elaine!!

Cuánto tiempo!! No me había dado cuenta de que te gustara tanto Inglaterra... Has estado alguna vez? Yo lo tengo muy cerca y nunca he ido... Estoy viendo si voy este septiembre que están los vuelos baratos!

Un beijo!!

(you can translate my comentary with google translate)