Anjo falhado


Sem asas, caí do céu
E na terra tive de caminhar.
Cruel destino o meu
Que já não me permite voar.

Cada passo é uma pena pesada
Neste labirinto escuro.
Sou uma pobre alma penada
E nem a vida, nem a morte procuro.

Não consigo avistar o horizonte,
Nem uma réstea de ilusão tenho.
Da esperança, secou a fonte.
Em mim, só o vazio contenho.

Ó Deus, sou um anjo falhado!
Nem em mim soube acreditar.
Sou um sonho humilhado
E nem Tu me podes salvar!


Anjela

Fontes:
http://esbocodepalavras.blogspot.com/poema.
http://www.adilsoncosta.com/imagem

2 comentários:

Malu disse...

Nossa! Que tristeza um anjo pensar assim.
Acredito tanto nessas entidades angelicais que nos intuem quando mais precisamos.
Pois vou correr ajudar este anjinho que está meio perdido.
Abraços

Carolina disse...

Oi Elaine,como vai a vida? Passei pra te deixar um beijo cheio de saudades.

Carol