Perdida, Triste, Vazia


Perdida em meu mundo, em meus pensamentos;
sem saber onde ir;
sinto cada vez mais a escuridão tomar conta de meu corpo;
Aos poucos vou encontrando um enorme vazio.

Indo contra a luz;
sem saber o que fazer;
não sei para onde vou...
sinto perder a respiração a cada minuto que se passa;
nem sequer me lembro quem sou.

Estou só, imensamente só.
Não pense que isso me faz mal;
pelo contrário;
é tudo o que sempre desejei.

Paciência, não tente me entender;
você não conseguiria,
nem mesmo eu consigo,
viva sua vida e me deixe em paz.

Se você acha que não consegue me esquecer,
esqueça isso, e conseguirá.
Você acha que tenho todas as respostas;
mais eu acho o mesmo de você;
Lembre-se, estamos só, apenas só.



Perdida, triste, vazia.
É o que sou.
É o que sempre fui.
Não tente mudar isso,
Viva sua vida e me esqueça.
esqueça que um dia fomos felizes;
esqueça que você sorriu pra mim;
esqueça que só víamos a luz e nunca a escuridão;
esqueça que nunca estávamos sozinhos;
esqueça que um dia me amou.
esqueça...
apenas esqueça o que digo.
E esqueça quem fui.


Emori Souza


Fontes:
www.media.photobucket.com/By deynalma
www.spectrumgothic.com.br/Texto

2 comentários:

Luh disse...

texto perfeitoooo... bjokas da luh!

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE
ELAINE





ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

José
Ramón...