Desculpas



Em um universo paralelo
Perdidos, prisioneiros
De uma prisão que não podemos sentir
Uma prisão sem sentidos
Sem nenhum sentimento

Um muro invisível
Demarca nossos limites
Limita nossos destinos
Nos deixa sozinhos
Sem nenhum sentimento

Como uma máquina seguimos
Com um tipo de sentimentos racionais
Mas não conseguimos o principal
Não alcançamos o óbvio
Sem nenhum sentimento

Remorso, culpa, dor
A Dor no coração nos tortura
Esmaga nossos corações
Aperta nossas algema-de-sentimentos
Sem nenhum sentimento

Tato, paladar, olfato
Eu não sinto
Não tenho sentimentos
Talvez tenham se perdido
Talvez eu esteja perdido.


Renan Peron

Fonte:/www.spectrumgothic.com.br

1 comentários:

To perdida :|


Que lindo o post elaine!
Como você tá? tudo bem ?
Um beijãããooo