Fim?


Por favor alguém me salve

Estou me perdendo no vazio da minha vida

Sinto que está ficando tudo preto

Estou com medo

Não sei o que fazer, nem o que sentir

Não sei nem o que perguntar nem pra quem perguntar

Como vou me salvar da escuridão?

Um silêncio, uma solidão, uma vida em vão

Um amor perdido ou amor fingido

Uma dor com razão

Um coração que sangra a cada batida

Um olhar obscuro

Uma face amedrontada

Então uma mão se ergue diante meus olhos

Penso que é a salvação e seguro-a

Quando está quase no fim

Sinto que estou caindo novamente

Meus cabelos começam a cair

Minha boca fica seca

Sinto que é o fim

Então, abro os olhos


Gabriela Guerra

1 comentários:

Olavo disse...

Minha amiga...um texto sem duvida forte..
mas sabe..penso que a vida é um presente..que não importa quanto tempo vamos admirar o pacote...temos que abri lo e viver a intensidade de cada dia..é dificil por experiencia propria sei o quanto é dificil..mas esse presente é meu e o vivo na intensidade de cada dia.
Beijos