Capitães da Areia de Jorge Amado








Ontem estava me recordando de uma viagem a Salvador e pensando como o Nordeste é lindo e como nossa cultura é rica! Lembrei então de Jorge Amado um baiano tipico que tinha aquele jeito carinhoso e devagar de levar a vida. Então lembrei do primeiro livro que li dele "Capitães da Areia", que de cara me apaixonei. Não conseguia parar de ler, porque era uma história tão verdadeira e eu sabia que aquilo acontecia na vida real. Fui apresentada a Jorge Amado pelo meu pai, o homem mais culto que já conheci, ele falava de uma maneira tão apaixonada da Obra de Jorge Amado que todos nós lá em casa viramos leitores ardorosos. Na minha casa tinha uma coleção da obra completa deste autor, em livros de capa dura e bonita. Ficou para minha irmã como recordção de meu pai. Nunca mais esquecerei a sensação que senti ao ler este livro!


Trecho do Livro


"Sob a lua, num velho trapiche abandonado, as crianças dormem. Antigamente aqui era o mar. Nas grandes e negras pedras dos alicerces do trapiche as ondas ora se rebentavam fragorosas, ora vinham se bater mansamente. A água passava por baixo da ponte sob a qual muitas crianças repousam agora, iluminadas por uma réstia amarela de lua. Desta ponte saíram inúmeros veleiros carregados, alguns eram enormes e pintados de estranhas cores, para a aventura das travessias marítimas. Aqui vinham encher os porões e atracavam nesta ponte de tábuas, hoje comidas. Antigamente diante do trapiche se estendia o mistério do mar-oceano, as noites diante dele eram de um verde escuro, quase negras, daquela cor misteriosa que é a cor do mar à noite. Hoje a noite é alva em frente ao trapiche. É que na sua frente se estende agora o Areal" (...)


Fontes:
Wikipédia/texto
João Meireles/imagem

8 comentários:

pseudokane disse...

Nunca li nada do Jorge Amado ainda - tentei , mas não consegui...

Uma amiga de trabalho está lendo justamente este - e gostando muito!

Nesta minha fase desempregado, lerei este em tua homenagem e em honra a teu pai, que te criou tão bem e me possibilitou que fôssemos companheiros, apesar de todos os pesares...

Beijo infinito,
Wesley PC>

Meryone disse...

adoro capitaes da areia

adoro

há tempo que penso em regalar uma traduçao para a minha sobrinha maior

o trecho é o começo do livro, né? foi dos primeiros livros brasileiros que eu li

também lera gabriela cravo e canela e também gostara muito

e tenho ganas de ler jubiabá, mas só o atopo em espanhol (ou na biblioteca, mas queria comprar)

estou muito cansa e nao quero trabalhar

beijos

Meryone disse...

como está brenda?

mais beijos

Meryone disse...

acabo de postar o roubado texto da clarice

e todo enteiro em português, ademais

beijos

sorria, disse...

elaine...

elaine...

confesso q estou cada dia mais frustrado com meu coração, aix...

hj, antes de ir ao dermatologista, precisei fazer umas MICRO cauterizações de PREVENção, tipo, 2 tios meus tiveram cancer de pele, e começaram a surgir em mim umas pintas iguaias as dele, fiz todos os exames, e nada de perigo, mas a dermatologista achou melhor retira-las pra garantir, antes de ir a clinica hj, passei na igreja, Catedral de Jlle, lembrei de vc...

me conta, como vc está?

sempre q precisar, conte cmg, vc está aqui em minhas orações...
;-)

bju grande

fica com Deus

Meryone disse...

alegra-me que a isa esteja a fazer um trabalho sobre o lugar do mundo onde eu moro

a galiza é uma das tres regioes com reivindicaçao histórica de independência respeito à espanha. que eu tambem nao penso que seja a soluçao, mas é bem certo que nao tem nada a ver com nada do resto da peninsula

nada

eu nao serei nunca patriota, mas sempre me defino antes como galega que como espanhola

di-lhe que lhe dou a bem-vinda à terra onde quase sempre chove (risos)

beijos

eu estou postando muitas coisas hoje...

sorria, disse...

elaine

sorri ao vc falar delas, peguei o telefone e ouvi a vozinha delas, realmente me faz mto bem...

vc pode contar sim...
estou aqui orando por vc...
e tenha MTA fé, q o restante
Ele lá em cima encaminha

bju no coração aew
;-)

sorria, disse...

oi elaine, bom dia...

me conta, como foi ontem?

preocupado aqui

bju aeww