Sindrome de Pânico ou ou Transtorno do Pânico!


Expressão muito usada por quem passou pelas crises:

" Isso é algo que não desejo nem para meu pior inimigo ".  

Existem pessoas, não importa de que classe social, vagam pelos consultórios e clínicas do mundo inteiro sem que ninguém seja capaz de lhes dizer qual a verdadeira origem de seus males. A pessoa passa por uma série interminável de consultas e exames, em boa parte pagos com dinheiro público, acaba entrando nas estatísticas de certas doenças, mas não tem seu problema resolvido. Três quartos das pessoas com distúrbio mental não estão onde deveriam estar: no psiquiatra ou no psicólogo. Estão nas mãos do cardiologista, do neurologista ou de outro especialista qualquer. É uma multidão que não trata a sua doença de forma adequada, pois um mau diagnóstico pode levar essas pessoas a conviver com enormes desconfortos, que acabam se estendendo à toda a sua família.

" De repente, eu senti uma terrível
onda de medo, sem nenhum motivo.
Meu coração disparou, tive dor
no peito e dificuldade para respirar.
Pensei que fosse morrer. "


" Tenho tanto medo. Toda vez que
me preparo para sair, tenho aquela
desagradável sensação no estômago
e me aterrorizo pensando que vou ter
outra crise de pânico. "


Quais os sintomas físicos de uma crise de pânico?

Como se descreve acima, os sintomas físicos de uma Crise de Pânico aparecem subitamente, sem nenhuma causa aparente (apesar de existir, mas fica difícil de se perceber). Os sintomas são como uma preparação do corpo para alguma "coisa terrível". A reação natural é acionar os mecanismos de fuga. Diante do perigo, o organismo trata de aumentar a irrigação de sangue no cérebro e nos membros usados para fugir - em detrimento de outras partes do corpo, incluindo os orgãos sexuais.

Eles podem incluir :

Contração / tensão muscular, rijeza
Palpitações (o coração dispara)
Tontura, atordoamento, náusea
Dificuldade de respirar (boca seca)
Calafrios ou ondas de calor, sudorese
Sensação de "estar sonhando" ou distorções de percepção da realidade
Terror - sensação de que algo inimaginavelmente horrível está prestes a
acontecer e de que se está impotente para evitar tal acontecimento
Confusão, pensamento rápido
Medo de perder o controle, fazer algo embaraçoso
Medo de morrer
Vertigens ou sensação de debilidade

Uma crise de pânico dura caracteristicamente vários minutos e é uma das situações mais angustiantes que podem ocorrer a alguém. A maioria das pessoas que tem uma crise terá outras (se não tratar). Quando alguém tem crises repetidas ou sente muito ansioso, com medo de ter outra crise, diz-se que tem Sindrome do Pânico.

A Sindrome de Pânico não é loucura, nem "frescura". Infelizmente é comum que os distúrbios psíquicos sejam interpretados como simples fraqueza de caráter. O melhor jeito para conviver com uma pessoa que passou pelo Transtorno de Pânico, É compreender pelo que a pessoa passa; fazendo com que essa pessoa saiba que você entende o que se passa com ela, isso irá tranquilizá-la, trazendo bem-estar, pois é bem difícil se ter um "ataque", perante uma pessoa ou ambiente que conheça o problema, junto com um "tratamento", preferencialmente, tratado por um psiquiatra. Pois os que sofrem com o transtorno do pânico são ótimas companhias, devido a sua sensibilidade apurada, pois uma experiência ruim algumas vezes frutifica em crescimento interior. E sempre mantenha essa pessoa normalmente convivendo com suas atividades, percebendo as suas limitações e não "forçando nenhuma barra". Aos poucos a vida volta a normalidade.

Fonte:wwwvalleser.rumo.com.br

5 comentários:

Nanda disse...

É, eu já cheguei bem perto... Mas, consegui amenizar o probema, contudo, ainda hoje, me policio bastante, a gente fica com medo de sair, pensando coisas teríveis, com um temor constante... fogo!... tento, pra nao noiar de vez, pq é muito pesado mesmo.. sério e difícil de sair!
beijinhos...

Oi Elaine, passando para deixar um abraço... Beijos, fique com Deus

Mirtes disse...

Deus me livre, já fui acometida por depressão. Agora é tomar bastante sorvete de morango e ver a vida mais cor de rosa.

Bjsss

euemmim disse...

Eu gostei muito de encontrar este artigo...que acredito ser de utilidade pública,pq só quem passa por isto sabe o
que é,enquanto uma grande parte dos ditos
"normais" mostram grande preconceito por não
entenderem o que é,dai acabam rotulando,e dá-lhes
preconceito!

Parabéns pelo texto que com certeza vai esclarecer
muitas cabeças

abraço

Zil

(seu blog é lindo)

euemmim disse...

Gostei da nostálgia...pq tb sou nostálgica...mas de certa forma...gostei de tudo...postagens...textos..enfim
é um lindo blog...que nos remete a uma época que
traz
lembranças,saudades e toda transformaçao que se
inicio a partir dai.
PARABÉNS!