8 de Dezembro de 1941 os EUA Declaram Guerra ao Japão.



O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval de ataque à base norte-americana de Pearl Harbor, efectuada pela Marinha Imperial Japonesa na manhã de 7 de Dezembro de 1941.
O ataque em Pearl Harbor, na ilha de Oahu, Havaí, foi executado sem prévio aviso contra a frota do Pacífico da Marinha dos Estados Unidos da América e as suas forças de defesas, o corpo aéreo do Exército estado-unidense e a força aérea da Marinha.

O ataque danificou ou destruiu 11 navios e 188 aviões e matou 2403 militares estado-unidenses e 68 civis. Contudo, os três porta-aviões da frota do Pacífico não se encontravam no porto, pelo que não foram danificados, tal como os depósitos de combustível e outras instalações. Utilizando estes recursos a Marinha foi capaz de, em seis meses a um ano, reconstruir a frota.
O ataque marcou a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial e o início da Guerra do Pacífico, ficando conhecido como Bombardeamento de Pearl Harbor e Batalha de Pearl Harbor, embora o nome mais comum seja Ataque a Pearl Harbor ou simplesmente Pearl Harbor.

Apenas algumas horas após o início do ataque a Pearl Harbor (dia seguinte, 8 de Dezembro de 1941, na linha internacional de data), tropas japonesas começaram a atacar os territórios de Hong Kong, seguido de alguns ataques às Filipinas, Wake Island, Malásia, e Tailândia e o afundamento do HMS Prince of Wales e Repulse.


Franklin Delano Roosevelt a assinar a declaração de guerra no dia seguinte ao ataque.

A 8 de Dezembro de 1941, o Congresso dos Estados Unidos declarou guerra ao Japão com um único voto contra, a da deputada Jeannette Rankin, que também havia votado contra a entrada dos EUA na I Guerra Mundial. O Presidente Roosevelt assinou a declaração de guerra, apenas alguns minutos depois. O governo dos EUA continuou e aumentou a intensidade da mobilização militar e iniciou uma economia de guerra no país.

Fonte: Wikipédia

2 comentários:

O ataque decidiu o fim da guerra, ficou lindo esta matéria e todas estas imagens.
beijos

wocelli2008 disse...

Após o ataque,em Tóquio, Tojo falou à nação japonesa pelo rádio Repetindo que “o Japão fizera o máximo para impedir a guerra. O Japão nunca perdera uma guerra em 2.600 anos”, disse ele, “e eu lhes prometo a vitória final”. ( Hideki Tojo - general do Exército Imperial Japonês )

Se o ataque foi um erro, a longo prazo, ou não, Nagumo falhou em não tirar pleno partido do que, certamente, foi uma operação de rara precedência na história. Seu criador tinha plena consciência dos perigos e numa carta a um amigo, escrita pouco depois do Ataque, disse: “Esta guerra nos trará muitos incômodos no futuro. O fato de havermos conseguido pequeno êxito não quer dizer nada. E porque o obtivemos com tanta facilidade, agradou a todos. Pessoalmente, não creio que seja bom preparar propaganda para encorajar a nação. As pessoas devem ponderar sobre as coisas e compreender o quanto a situação é séria...( almirante Chuichi Nagumo - após o ataque ).
Assim é a guerra, muda conforme o vento, a todo momento!

Ocelli 2010